A urticária é uma manifestação cutânea com forma de pequenos relevos rosados, de centro mais claro, cercado por vergões avermelhados e inchados. Essas formações são chamadas de urticas ou pápulas e, geralmente, causam muito prurido – coceira. A classificação desta doença começa a ser verificada levando em consideração o tempo de evolução, bem como, as características das manifestações.

De acordo com o tempo, a urticária aguda não prolonga mais de seis semanas. Apresenta um único episódio que deve ser transitório e autolimitado. No caso da urticária crônica, os sintomas duram por até seis semanas ou mais. Ao analisar pela perspectiva da causa, existe a urticária induzida, quando é observado um agente externo como uma droga, alimentos, estímulos físicos como o calor etc. A segunda classificação nesse sentido é a urticária espontânea, é quando a urticária tem ocorrência sem causa definida. Essa classificação também é chamada de urticária idiopática.

As lesões provocadas pela urticária podem aparecer em qualquer região do corpo, podendo ser de tamanho pequeno, isolado ou não, ou várias lesões menores juntas formando placas vermelhas maiores e avermelhadas. Independente da forma em que se manifesta, a urticária vem sempre acompanhada de muita coceira. Podendo acometer pessoas de todas as idades, a doença é mais comum em adultos jovens entre 20 e 40 anos.

Leia também sobre Manchas na Pele.

X