• maio 18, 2021
  • admin
  • 0

Tratamento do HPV

As verrugas são lesões na pele causadas pelo Papiloma Vírus Humano, o HPV, que pode ser transmitido diretamente de pessoa para pessoa – pelo contato direto -, ou pelo uso comunitário de lençóis, piscina, toalha etc. Após o diagnóstico do HPV, realizado pelo médico dermatologista, geralmente, a tecnologia mais indicada para a remoção da verruga é a crioterapia.

Há muito utilizada na dermatologia, a crioterapia consiste num procedimento minimamente invasivo, sem cortes e realizado no próprio consultório médico. A remoção da verruga se dá, portanto, por meio da aplicação de nitrogênio líquido na região tratada, o que leva ao congelamento controlado da área. Para tanto, é utilizada uma pistola contendo nitrogênio armazenado a -200 graus centígrados, que é liberado a uma temperatura de – 35, ou seja, um substância que deverá atingir a verruga e “destruí-la”, por assim dizer.

O tratamento de crioterapia deve ser feito apenas pelo médico dermatologista, uma vez que, trata-se de um material  com alto potencial de dano aos tecidos. A remoção de verrugas, portanto, é possível ao submeter o HPV e regiões possivelmente atingidas, a temperaturas baixíssimas de modo a destruir o tecido que o vírus estimulou a crescer. Após a primeira aplicação, geralmente, outra consulta se faz necessária para verificar possível recidiva, uma vez que o vírus causador da verruga é invisível a olho nu e pode ter afetado outras partes daquela região.

Veja também sobre crioterapia em Porto Alegre.